Sábado, 27 de Novembro de 2021
21°

Trovoada e chuva

Brasília - DF

Economia Dólar

Perspectiva positiva para 2020 faz Ibovespa fechar acima de 117 mil pontos pela 1ª vez; dólar tem leve queda

Mercado e Dólar

26/12/2019 às 21h12
Por: DILMAN LIMA
Compartilhe:
Perspectiva positiva para 2020 faz Ibovespa fechar acima de 117 mil pontos pela 1ª vez; dólar tem leve queda

Na volta do feriado de Natal, a Bolsa mostrou muita força ao bater seu próprio recorde mais uma vez,  com o Ibovespa superando os 117 mil pontos pela 1ª vez em sua história. A alta é explicada pelas perspectivas positivas para a economia brasileira em 2020 e expectativas de avanço nas relações comerciais China-EUA.

Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa subiu 1,11%, a 117.153,60 pontos – novo recorde para o fechamento, segundo dados preliminares. O volume financeiro do pregão totalizava R$ 14,1 bilhões, abaixo da média do mês, que é de R$ 24,2 bilhões.

O que explica a alta? A China disse que está em contato próximo com os EUA, após o presidente norte-americano, Donald Trump, afirmar que ele e o presidente chinês Xi Jinping terão uma cerimônia para assinar a fase um do pacto comercial.

“Mesmo que cientes dos riscos de surpresas negativas, os investidores vêm recebendo doses quase que diárias de otimismo (sobre as negociações comerciais EUA-China)”, disse a corretora Commcor nesta quinta-feira.

Recentemente, o clima doméstico positivo — devido à melhora das perspectivas econômicas para o Brasil e aos indicadores otimistas — também tem pressionado a moeda norte-americana.

Em dezembro, a agência de classificação de risco S&P elevou, de estável para positiva, a perspectiva para o rating de longo prazo em moeda estrangeira do Brasil, hoje em BB-.

“O espaço é para apreciação do real”, disse Camila Abdelmalack, economista da CM Capital Markets, observando a “liquidez um pouco menor por causa das festas de fim de ano”.

Dólar. A moeda americana encerrou esta quinta-feira em queda, em sessão de volume limitado em meio aos feriados de final de ano.

O dólar caiu 0,42% contra o real, a R$ 4,062 na venda. A divisa norte-americana chegou a tocar os R$ 4,0464, menor valor intradia desde 7 de novembro.

No exterior, o dólar perdia força contra o peso mexicano, a lira turca e o rand sul-africano. O índice que mede a divisa dos EUA contra seis moedas fortes caía 0,15%.

Destaques do Ibovespa:

– QUALICORP ON fechou em alta de 4,73%, para a máxima histórica de R$ 38,12, ampliando a lideranças entre os maiores ganhos do Ibovespa em 2019, com a alta no ano superando 250%. Os papéis ganharam fôlego principalmente após a O grupo hospitalar Rede D’Or São Luiz fechar acordo para comprar cerca de 10% das ações da Qualicorp em agosto.

– MULTIPLAN ON subiu 3,42%, em sessão de alta de empresas de shopping centers, após a associação Alshop reportar crescimento de 9,5% nas vendas para o Natal deste ano ante 2018. IGUATEMI ON avançou 2,5% e BRMALLS ON registrou acréscimo de 0,66%.

– VIA VAREJO ON avançou 1,11%, também renovando máximas, caminhando para fechar o ano com valorização de mais de 170%, na esteira de apostas em um ‘turnaround’ da empresa após mudança no comando em meados de 2019, bem como expectativas de melhora da economia do país. No setor, MAGAZINE LUIZA ON subiu 0,72% e B2W teve alta de 0,21%.

– MARFRIG ON valorizou-se 3,1%, após nove pregões de baixa, período em que acumulou declínio de 16%.

– ELETROBRAS ON caiu 1,56%, pior desempenho do Ibovespa. A estatal informou na noite de segunda-feira que uma operação para aumento de capital resultou na subscrição privada de R$ 7,47 bilhões em ações da companhia. A Eletrobras afirmou ainda que vai pagar R$ 1,25 bilhão em dividendos em 30/12.

– BRADESCO PN valorizou-se 1,25%, enquanto ITAÚ UNIBANCO PN mostrou elevação de 1,52%.

– PETROBRAS PN terminou com acréscimo de 1,34%, com os preços do petróleo também em território positivo no exterior. PETROBRAS ON ganhou 0,9%.

– VALE ON teve variação positiva de 0,38%. A mineradora concluiu a contratação de nova linha sindicalizada de crédito rotativo no valor de US$ 3 bilhões e com prazo de cinco anos junto com 16 bancos globais.

– BANCO PAN PN saltou 7,23%. O banco divulgou na terça-feira que obteve aval para o aumento de capital no valor R$ 400 milhões e o exercício pela Caixa Participações (CaixaPar) do direito de aquisição de 50% das ações subscritas e integralizadas pelo acionista cocontrolador BTG Pactual no âmbito do aumento de capital.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
JNB DIGITAL
JNB DIGITAL
Sobre Tudo sobre política.
Brasília - DF Atualizado às 14h42 - Fonte: ClimaTempo
21°
Trovoada e chuva

Mín. 20° Máx. 28°

Dom 26°C 19°C
Seg 26°C 19°C
Ter 26°C 18°C
Qua 24°C 19°C
Qui 26°C 18°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes