Domingo, 22 de Maio de 2022
23°

Alguma nebulosidade

Brasília - DF

Cidades Polícia

Empresário que fabricava fios irregulares é mantido preso por tentar atrapalhar investigações no ES

O empresário é dono da empresa Luzzano, investigada pela Polícia Civil por meio da Operação Elétron por produzir fios com menos cobre do que o necessário. Um comerciante de Cariacica também foi autuado por continuar vendendo os fios irregulares.

07/02/2022 às 19h51
Por: DILMAN LIMA
Compartilhe:
Empresário que fabricava fios irregulares é mantido preso por tentar atrapalhar investigações no ES

Um empresário da Praia do Canto, em Vitória, que é dono da empresa Luzzano, investigada pela fabricação de fios irregulares, foi alvo de mais um mandado de prisão por tentar atrapalhar as investigações relativas ao caso. Ele, que já estava preso desde agosto de 2021, deverá continuar na prisão.

Além disso, um comerciante do bairro Vale dos Reis, em Cariacica, que continuava a comercializar a fiação da marca Luzzano, também foi detido. Ele assinou um termo circunstanciado e foi liberado.

O caso da produção e comercialização de fios irregulares é investigado no âmbito da operação Elétron, da Polícia Civil. As novas informações foram dadas nesta segunda-feira (7) em uma coletiva de imprensa realizada na Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales), já que o fato também é acompanhado pela Comissão de Defesa do Consumidor da casa de leis, assim como pelo Instituto de Peso e Medidas do Espírito Santo (Ipem).

De acordo com o delegado da Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor, Eduardo Passamani, o comerciante de Cariacica disse que sabia sobre o problema com os fios da Luzzano, mas achou que não havia problema em vendê-los. No local, havia cerca de 500 metros de fiação da marca.

Nesta fase da operação, foram feitas coletas e análises de fios em quatro condomínios da Grande Vitória (um deles da Serra e os outros três de Vila Velha), cujas construtoras usaram a fiação da Luzzano. Todas as amostras analisadas estavam em desacordo com as normas técnicas, conforme apontam os laudos do Ipem.

Segundo os órgãos de investigação, a situação pode elevar o consumo de energia e também colocar em risco a vida dos moradores.

"São cabos com menos cobre que o devido, gerando aumento de consumo de energia e risco de incêndio", detalhou o delegado Passamani.

O presidente da Comissão de Defesa dos Direitos do Consumidor, deputado Vandinho Leite, disse que os síndicos dos condomínios relatam que muitos eletrodomésticos queimaram.

Já o agente fiscal do Ipem, Luiz Filipe Langoni, diz que há indicativos de que as construtoras tinham conhecimento do problema com os fios. Por esse motivo, elas estão sendo investigadas.

"Do padrão da Edp (concessionária de energia) até a distribuição foi usado um fio bom. Nessa parte, se pegasse fogo, seria responsabilidade da construtora. Mas, da distribuição para os apartamentos, eram empregados os fios irregulares da Luzzano, comprados com diferença de preço de até 40% em relação aos outros.

Operação identificou risco de incêndio em prédios

Durante a Operação Elétron, as investigações apontaram que a marca Luzzano, que era sediada na Serra e atualmente está fechada, usava menos matéria prima para a produção dos cabos. A polícia descobriu que a empresa também usava material proibido, como fios de alumínio revestidos de cobre, e que oferece mais riscos de superaquecimento da rede elétrica.

“A fraude consistia em colocar menos cobre do que o devido. Esse novo material não tem identificação do fabricante, não tem a espessura do cabo e ele usa um material que é o alumínio, que é um material muito pior, que apresenta uma série de problemas com relação à condução elétrica. Então, ele não é permitido para instalação predial residencial ou de grande circulação de pessoas”, explicou o delegado Eduardo Passamani.

Por conta do uso dos fios da marca, prédios públicos precisaram ser interditados, como é o caso do Pronto Atendimento (PA) e da Unidade de Saúde (US) do bairro Flexal, em Cariacica.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Brasília - DF Atualizado às 19h13 - Fonte: ClimaTempo
23°
Alguma nebulosidade

Mín. Máx. 26°

Seg 27°C 11°C
Ter 28°C 13°C
Qua 27°C 14°C
Qui 26°C 12°C
Sex 27°C 13°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes