Sábado, 27 de Novembro de 2021
21°

Trovoada e chuva

Brasília - DF

Brasil Educação

App irá monitorar casos de Covid nas escolas na volta às aulas

O aplicativo, que não estará disponível para a população, apenas para o corpo técnico das escolas públicas e órgãos do governo, terá registro de acesso em tempo real, notificação de possíveis surtos e atuação imediata da vigilância sanitária.

29/10/2021 às 13h03
Por: DILMAN LIMA
Compartilhe:
App irá monitorar casos de Covid nas escolas na volta às aulas

Nesta sexta-feira (29), o Governo do Distrito Federal (GDF) publicou uma portaria conjunta, por meio das secretarias de Educação e Saúde, que estabelece o retorno às aulas 100% presenciais na rede pública. A retomada ocorrerá na próxima quarta-feira, 3 de novembro. Ainda na manhã de hoje, ocorreu uma coletiva de imprensa com o secretário General Pafiadache (Saúde) e a secretária Hélvia Paranaguá (Educação) para esclarecer dúvidas sobre o retorno dos estudantes às salas de aula.

A maior novidade, anunciada pelo Secretário de Saúde, General Pafiadache, é o monitoramento dos alunos, professores e funcionários por meio de um aplicativo. “Estamos entregando para secretaria de educação um aplicativo para acompanhar os casos de Covid que envolvem nossas escolas. Vamos abranger 806 instituições que serão monitorados pela tecnologia […] vamos monitorar mais de 543.833 estudantes e 57.684 profissionais de educação. É para monitorar e antecipar os surtos”, disse o secretário.

O Secretário de Saúde lembrou que a retorno em 100% das aulas presenciais há tempos é pensado pela secretária e, de acordo com os dados de casos de Covid nas escolas, fizeram os protocolos para dar maior segurança para o aluno. “Há um bom tempo já fazemos contato entre as secretarias para retornar com segurança. Fizemos protocolo para que tudo possa acontecer na maior segurança possível […] as instituições notificaram 1.756 casos de janeiro até 15 outubro, sendo 790 em estudantes, 451 entre professores e 515 entre funcionários e servidores das escolas”, disse Pafiadache

O aplicativo, que não estará disponível para a população, apenas para o corpo técnico das escolas públicas e órgãos do governo, terá registro de acesso em tempo real, notificação de possíveis surtos, atuação imediata da vigilância sanitária, terá relatórios inteligentes e será integrado com as Unidades Básicas de Saúde (UBS). Todos os dados dos alunos e professores serão criptografados, assim não correm o risco de serem roubados.

Basicamente, conforme as notificações sobre os possíveis casos de Covid nas instituições, o aplicativo fará o encaminhamento do aluno, professor ou funcionário para a UBS mais próxima. Além disso, as notificações avisarão as regionais de ensino sobre a situação, em caso da tomada de medidas mais severas.

Protocolos

Aqueles alunos, professores e outros profissionais que estiverem infectados pela covid ou em contato com pessoas infectadas poderão seguir no ensino remoto, bem como estudantes que se enquadrem em casos específicos de saúde.

As escolas deverão seguir protocolos já conhecidos, como aferir a temperatura do corpo, exigir uso de máscara, proibir funcionamento de bebedouros de aproximação da boca e de catracas biométricas, escalonar horários de intervalo, refeições e outras atividades que gerem aglomeração, dentre outros (confira as recomendações na íntegra a partir da página 17).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Brasília - DF Atualizado às 15h04 - Fonte: ClimaTempo
21°
Trovoada e chuva

Mín. 20° Máx. 28°

Dom 26°C 19°C
Seg 26°C 19°C
Ter 26°C 18°C
Qua 24°C 19°C
Qui 26°C 18°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes